Letra A A A
Live Chat (+351) 308 804 190
(+55) 11 4933 0080

Linha aberta de Seg-Sex das 9h às 18h

Entrega Grátis no Dia Seguinte Médicos Registados Envio Discreto
Entrega Grátis no Dia Seguinte

Obesidade

Causas e Tratamento da Obesidade

Mulher a comer salada Mulher a comer salada bei HealthExpress
Clique para começar a sua Consulta Online Grátis para obter tratamento para a obesidade.

A perda de peso é uma preocupação constante para várias pessoas na Europa, particularmente para as que foram diagnosticadas como obesas. O número de pessoas obesas tem vindo a aumentar desde 1980 e as estimativas indicam que isto continuará a acontecer nos próximos anos. Os estudos mais recentes revelam que o excesso de peso afeta 30 a 70% dos cidadãos europeus, enquanto a obesidade afeta 10 a 30% dos adultos (Dados da Organização Mundial de Saúde para a Europa).

Ser obeso pode levar ao stress, à depressão e a outras condições médicas graves. Por isso, é bastante importante que procure um tratamento para esta condição. Se tem dificuldades em perder peso apenas com dieta e exercício, existem tratamentos de prescrição como o Xenical, que o podem ajudar a perder os quilos que tem a mais e a fazer uma boa gestão do seu peso.

Iniciar Consulta Online Grátis

Tratamentos Disponíveis:

Xenical   Roche
  • Tratamento para a perda de peso eficaz quando aliado a um estilo de vida saudável
  • Aumenta as hipóteses de perder peso
  • Não necessita de uma consulta médica presencial
  • Serviço de entrega grátis no dia seguinte
Comprar Xenical Agora Mais sobre Xenical >>

Definição de obesidade

A obesidade é uma doença caracterizada pela acumulação excessiva de gordura corporal. Este processo acontece gradualmente, quando existe um consumo de calorias em excesso e pouco exercício físico para as eliminar. A obesidade não deve ser confundida com excesso de peso; poderá viver de forma saudável com excesso de peso, mas uma pessoa obesa estará sempre em risco de contrair outros problemas médicos. Se tiver dúvidas pode confirmar se sofre de obesidade utilizando a nossa Calculadora do Índice de Massa Corporal (IMC).

Esta acumulação exagerada de gordura acarreta problemas de saúde subsequentes, que em último caso podem até conduzir à morte. Normalmente, os pacientes obesos fazem uma alimentação com um número de calorias e nutrientes que é superior ao gasto médio energético. A ingestão alimentar inadequada não se relaciona apenas com a quantidade excessiva de alimentos ingerida, mas também pela ingestão de grandes quantidades de açúcar. É comum que os pacientes obesos tenham hábitos altamente sedentários e, consequentemente, a ausência de exercício físico aumenta bastante o problema. Em alguns casos, questões hormonais podem estar na origem da desordem.

Classificação de Obesidade

A obesidade é classificada de acordo com os valores e IMC (Índice de Massa Corporal) e pode atingir três graus. Confira a imagem abaixo para entender um pouco melhor a gama de valores de IMC que classificam a obesidade em diferentes graus.

IMC nas mulheres IMC nos homens

Em casos mais graves, em que o IMC é de 35 a 39,9, considera-se Obesidade grau II. Quando o IMC é superior a 40, considera-se Obesidade de grau III ou Obesidade Mórbida.

É importante ter em atenção que a imagem acima é meramente indicativa e que numa análise tem que ser considerado o enquadramento, contexto e características individuais como raça, etnia, idade, sexo, entre outros fatores. Uma análise e histórico clínicos é essencial.

Tipos de obesidade

Para além do grau de obesidade é muito importante que haja também a definição do tipo de obsesidade. Existem três tipos e a designação é feita de acordo com a localização principal da gordura:

  • Obesidade abdominal ou androide – a acumulação de tecido adiposo ocorre sobretudo no abdômen. Devido à configuração que o corpo adquire, é conhecida como maça. A gordura encontra-se mais próxima de órgãos vitais como rins, fígado e pâncreas, e por isso é a que apresenta maior risco para a saúde.
  • Obesidade femuroglútea ou ginóide – a distribuição de gordura ocorre fundamentalmente nas coxas e glúteos. É conhecida como pera e as suas implicações são principalmente motoras.
  • Obesidade mista ou difusa – quando a acumulação de gordura é generalizada.

Quais são as causas da obesidade?

O primeiro ponto a abordar em relação às causas da obesidade prende-se com ausência de relação entre obesidade e hereditariedade. Não é porque um pai ou mãe é obeso que o seu filho será obeso. Contudo, a ideia errada de que a obesidade é hereditária surge do facto de pessoas com convivência diária ou regular adquirirem os mesmos hábitos e são esse tipo de rotinas que podem conduzir à doença. Existem alguns estudos que pretendem demonstrar a existência de uma relação genética e de obesidade, contudo não existem dados consistentes, nem, tampouco definitivos, nesse sentido. A verdade é que adoptar um estilo de vida similar aos que nos são próximos é bastante simples e a obesidade, em grande parte dos casos, surge de comportamentos de risco.

Condicionantes sociais relacionados com uma alimentação altamente calórica, rica em açúcares, gorduras, alimentos processados e industrializados, associados a uma ausência de atividade física regular, são fatores de elevado risco no que toca ao desenvolvimento de obesidade.

Rotinas alimentares inadequadas podem também estar associadas a problemas emocionais que devem ser analisados a nível profissional. Situações de depressão, ansiedade ou outros transtornos psicológicos podem levar o paciente a uma condição obesa e nestas circunstâncias o tratamento com medicação adequada deve ser concomitante com um tratamento psíquico.

Em certos casos a obesidade pode não estar relacionada a hábitos; apesar de raro (menos de 5% dos casos), é fundamental que o médico faca essa avaliação. Hipertiroidismo e o síndrome de Cushing são disfunções que podem ser responsáveis por acumulação descontrolada de gordura. São necessários vários exames para se chegar a este tipo de diagnóstico.

Outra questão que o seu médico deve investigar prende-se com o tipo de medicamento que o paciente toma: alguns fármacos têm como efeito secundário ou colateral o ganho de peso anormal.

Diagnóstico de Obesidade

A primeira medida a tomar é fazer o cálculo simples de IMC, de modo a saber em que local das tabelas modelos o paciente se encontra. O médico nunca deixa também de fazer uma aferição do perímetro abdominal. A estes dados irão juntar-se outros fatores como histórico pessoal e familiar de peso, hábitos alimentares e de prática de atividade física, determinantes ambientais, sociais e emocionais. Depois serão necessários exames laboratoriais complementares, como por exemplos níveis sanguíneos de glicose e lipídeos.

Esta é a base de todo o diagnóstico clínico de obesidade. Depois é fundamental procurar as causas profundas que conduziram ao problema; salvo as raras excepções, em que o problema é causado por fatores hormonais, é essencial perceber quais os fatores psicológicos e enquadramento social que conduziram o indivíduo a adquirir comportamentos de risco em relação à sua saúde.

Consequências da obesidade

As consequências da obesidade são imensas, mais ainda quando o problema começa desde cedo, na infância ou adolescência. É comum, adultos obesos procurarem ajuda depois de vários anos de problema e quando a desordem já tem um histórico desde tenra fase do crescimento e desenvolvimento.

Sequelas e riscos da obesidade

No topo da lista de doenças que surgem em pessoas obesas encontra-se as doenças cardiovasculares, uma vez que a massa gorda pode acumular-se nas artérias conduzindo ao surgimento de hipertensão arterial, insuficiência cardíaca e, por fim, ataque cardíaco. Habitualmente a obesidade provoca um aumento de colesterol e triglicerídeos. As varizes nas pernas não escapam da ação nefasta da gordura em excesso.

O risco de desenvolver diabetes tipo II em pessoas obesas é muito superior ao de uma pessoa saudável, e o mesmo acontece com a gota (artrite inflamatória recorrente). Neste quadro, é inevitável o surgimento de problemas respiratórios e apneia do sono. Os sistemas urinários e reprodutores não saem imunes ao aparecimento de obesidade, podendo surgir alterações hormonais, incontinência urinária e até infertilidade. Com o aumento de peso, ossos e articulações sofrem desgaste precoce e o risco de hérnias e fraturas resultantes de quedas aumenta substancialmente.

Por último, mas não menos importante é o aumento considerável da probabilidade de um indivíduo obeso desenvolver diferentes tipos de cancro. Nestes casos, é comum que o fim último seja mesmo a morte.

Como posso perder peso?

A melhor maneira de perder peso é com dieta e exercício - manter uma dieta saudável, equilibrada e pouco calórica, e aliá-la ao exercício físico. Adotando estas mudanças radicais de estilo de vida, poderá perder peso e fazer uma melhor gestão da sua saúde. Alguns tratamentos médicos podem ser utilizados como auxílio da perda de peso. Alguns conselhos para perder peso incluem:

Uma dieta saudável e equilibrada

Existem algumas regras para uma dieta saudável:

  • Comer diariamente pelo menos 5 porções, idealmente 7 porções de frutas e legumes.
  • Incluir alimentos na sua dieta como cereais, batatas, pão, massa e arroz integrais. Isto irá aumentar o seu consumo de fibras.
  • Incluir na sua dieta alimentos com proteína não-láctea, como peixe, legumes e ovos.
  • Reduzir o consumo de gorduras e açucares processados, tais como guloseimas, bolos e biscoitos.
  • Adicionar menos sal na comida cozinhada e preparada, para que possa reduzir o seu consumo.

Roda dos Alimentos


Balanced diet


Faça mais exercício físico
É recomendado que os adultos façam 30 minutos de exercício diário moderado ou intensivo. Poderá fazer caminhadas, natação, jogging ou qualquer desporto que seja fisicamente exigente. Se as calorias que consome durante o dia são maiores do que as calorias eliminadas, o seu peso irá aumentar. A perda de peso depende da inversão deste processo, para que as calorias queimadas durante o dia sejam maiores do que as calorias ingeridas.

Reduza o consumo de bebidas açucaradas
A maioria das pessoas não sabe que as bebidas açucaradas são extremamente calóricas. Os refrigerantes, as bebidas alcoólicas e alguns sumos, têm uma grande quantidade de açúcar. Para que possa reduzir a ingestão de calorias é recomendado que beba menos bebidas açucaradas.

Devo considerar fazer uma cirurgia para perder peso?

Se o facto de estar obeso(a) estiver a causar-lhe graves problemas de saúde, pode seguir a opção de se submeter a uma cirurgia. Existem cirurgias que reduzem o seu apetite, restringido a quantidade de comida que conseguirá ingerir até se sentir satisfeito(a). Alguns métodos mais comuns são a cirurgia de bypass gástrico, a derivação biliopancreática e a gastroplastia em manga. Estas operações, feitas em hospitais privados, têm custos elevados e podem causar efeitos secundários indesejados como inchaços, hematomas e cicatrizes. A cirurgia para perda de peso é normalmente utilizada como último recurso e só deve ser considerada, se uma dieta saudável aliada ao exercício físico falhar.

Tratamento de Obesidade

Em casos não severos o tratamento para a obesidade passa por uma dieta e uma reeducação alimentar drástica e coesa. O paciente é encaminhado a desenvolver hábitos de atividade física regular e direcionada para a sua condição.

Outro tipo de intervenção que é seguida em casos de IMC acima de 27 (excesso de peso grave/Obesidade) é a terapêutica medicamentosa. O uso de fármacos para ajudar a tratar a obesidade é indicado em doentes nos quais o excesso de peso representa um risco real para a saúde e vida do indivíduo. No presente, o único medicamento de prescrição disponível em toda a Europa é o Xenical. Este medicamento inibe enzimas (lipases gastrointestinais) que são responsáveis pela absorcão de gordura no tubo disgestivo. Deste modo, até 30% da gordura ingerida não é absorvida pelo organismo.

O orlistasto (princípio ativo do Xenical) auxilia no controle do colesterol, ácido úrico e da glicose no sangue, bem como controle da pressão arterial. Os consumidores do medicamento devem estar cientes que o produto não é, por si só, um inibidor de apetite: ele apenas inibe a absorção de gorduras. Contudo, o Xenical pode representar um importante auxilio na perda de peso de pacientes que não tenham nenhuma contra-indicação para o seu uso. Procure ajuda médica profissional para saber se está apto a fazer uso desta medicação e tirar inteiro benefício dela.

Em qualquer dos casos, a alteração de comportamento alimentar e prática de exercícios físicos é crucial.

Posso comprar tratamentos de prescrição para a perda de peso online?

Se já experimentou manter uma dieta saudável e fazer exercício físico e não conseguiu nenhum resultado, pode utilizar os comprimidos Xenical (orslistato), receitados pelo seu médico ou adquiri-los na HealthExpress. O Xenical é o único tratamento de prescrição para a obesidade, tendo sido comprovado ser mais eficaz que comprimidos para emagrecer de venda livre. O Xenical também provoca menos efeitos secundários do que os procedimentos cirúrgicos. O Xenical pode ser prescrito a pacientes que tenham um IMC igual ou superior a 30, ou a pacientes que tenham um IMC superior a 27 e sofram de outras complicações de saúde, devendo ser combinado com um estilo de vida e uma dieta saudáveis. Para encomendar o tratamento hoje, complete uma consulta online connosco. É completamente gratuita e só demora alguns minutos a completar.

Fontes:

  1. Alimentação e Diabetes - URL: Direcção Geral de Saúde (DGS)
  2. Atividade Física - URL: Direcção Geral de Saúde (DGS)
  3. Obesity Facts & Figures - URL: European Association for the Study of Obesity(EASO)
  4. Obesidade: uma perspectiva global - URL: Scielo BR-Biblioteca Científica
  5. Folheto Informativo:: informação para o utilizador - Orlistato  - URL: Infarmed

Atualizado em 15 de Setembro de 2016


Dr. Stamatios Poupalos, Consultor Médico da HealthExpress

Como posso obter ajuda para perder peso?

Tentar perder peso pode ser uma experiência frustrante, especialmente se fizer dieta e exercício físico e não obtiver os resultados pretendidos. Esta situação poderá fazer qualquer pessoa sentir-se extremamente desmotivada. Os comprimidos de emagrecimento e os suplementos dietéticos de venda livre são fáceis de encontrar, mas poderão não fazer efeito. É sempre mais indicado que discuta os seus problemas de peso com um médico habilitado, que o(a) poderá aconselhar sobre medicamentos para a perda de peso como o Xenical. Está provado que o tratamento de prescrição Xenical é mais eficaz que outros tratamentos de emagrecimento de venda-livre, e menos invasivo do que uma cirurgia. Basta completar a nossa consulta online breve e gratuita, para que os nossos médicos registados o(a) possam ajudar a encontrar o tratamento mais certo para si.

Clique aqui para iniciar a sua consulta online
Como funciona o nosso serviço
Ser-lhe-á feito um breve questionário sobre a sua condição, que irá ajudar o nosso médico a recomendar o melhor tratamento para si.
1
Em poucos minutos a nossa equipa médica irá rever os seus dados. Ficará a saber por email ou SMS se o tratamento está indicado para si.
2
Após receber a resposta dos nossos médicos, pode adquirir o tratamento. A entrega é feita no dia seguinte em toda a Europa.
3
Entrega Rápida
ups Oferecemos a entrega no dia seguinte em todos os nossos pedidos, para que possa receber o medicamento de forma rápida e cómoda no endereço que escolher.
Embalagem Discreta
Compreendemos a importância da discrição, pelo que todas as embalagens dos nossos medicamentos são colocadas numa caixa branca antes de serem enviadas no envelope da transportadora, sem nenhuma referência à HealthExpress.