Cinetose ou enjôo de movimento

Tratamento para previnir o enjoo de movimento online

Dr Stamatios PoupalosClínico Geral

A cinetose é um mal-estar provocado pelo movimento, sendo também chamada de enjoo de movimento, situação caracterizada por náusea ou enjoo quando uma pessoa está utilizando qualquer meio de transporte ou quando movimenta o próprio corpo de forma não habitual. Existem diferentes tipos de medicamentos para o enjoo de viagem, pelo que o aconselhamento médico é importante para avaliar qual o tratamento mais adequado a cada paciente de acordo com o seu estado de saúde geral.

Tratametos Disponíveis Cinetose
Tratamento Cinetose Enjoo Viagem
4.8/5 - 6 Classificações

Avomine

  • Evita as náuseas e os enjoos
  • Actua como antiemético e anti-histamínico
  • Tratamento em comprimidos
Scopoderm
4.9/5 - 9 Classificações

Adesivo Scopoderm

  • Aplicação cómoda em adesivo
  • Evita as náuseas, vómitos e salivação excessiva
  • Ideal para viagens longas
Kwells
5/5 - 4 Classificações

Kwells

  • Tratamento eficaz para o enjoo de viagem
  • Administração cómoda em comprimidos solúveis
  • Alívio das náuseas e vómitos

O que é cinetose?

A cinetose é um problema provocado pelo sistema vestibular do equilíbrio. O corpo, ao se orientar, combina as informações recebidas pelo sistema nervoso central, que chegam ao cérebro através da visão e do tato, principalmente, sendo transmitidas pelo labirinto, no ouvido interno. Caso haja algum conflito nessas informações, o sistema nervoso central reage, provocando a cinetose.

Quando em viagem, estamos ao mesmo tempo parados e em movimento, e é exatamente isso que pode provocar confusão no sistema nervoso central. O cérebro começa a receber sinais confusos, com a informação de paisagem correndo, enquanto que o corpo está parado, sem realizar qualquer esforço.

Se, por exemplo, estamos olhando para a frente e vemos a passagem da paisagem, o cérebro até consegue entender melhor os movimentos, mas, se abaixarmos a cabeça ou começarmos a ler, nossa condição e postura irão enviar mensagens ao cérebro de que nosso corpo se encontra parado, ao mesmo tempo que o labirinto é estimulado pelas curvas, enviando sinais de movimento, facilitando assim o surgimento dos sintomas da cinetose.

Dr Stamatios PoupalosMédico Clínica Geral

Ainda com dúvidas? Complete uma consulta online grátis e pergunte à equipa médica qual o tratamento mais indicado para si.

Comece a sua Consulta online Agora

O que causa o enjoo da viagem?

As pessoas que manifestam cinetose podem sentir enjoo ao andar de carro, de ônibus, de barco ou de avião, muitas vezes os sintomas também se manifestando em brinquedos onde o movimento é mais intenso, como carrossel, roda-gigante, balanço, gangorra e montanha-russa.

No entanto, não é apenas em movimento que a cinetose pode se manifestar. Em algumas pessoas, problemas neurológicos ou psiquiátricos também podem provocar a cinetose, como em momentos de estresse ou de pressão no trabalho ou em contato com outras pessoas.

Além disso, a cinetose também pode ser provocada por filmes ou programas de televisão que apresentem cores mais brilhantes, alterações de foco e muito movimento, ou através de jogos eletrônicos em 3D, onde ocorre movimentação rápida e excessivo brilho na tela.

Em resumo, a cinetose é provocada pela movimentação exagerada, causando estímulos mais fortes no labirinto, podendo, inclusive, não se manifestar no mesmo instante, mas surgir depois de horas após a atividade que a desencadeou.

Quais são os sintomas da cinetose?

Os primeiros sintomas da cinetose podem se manifestar instantaneamente, com palidez excessiva, seguida por inquietação, suor frio no rosto e nas mãos, inquietação geral no organismo. A seguir, a cinetose pode se manifestar através de náusea, com salivação excessiva, apresentando ainda desconforto físico, dores de cabeça, tontura e fadiga, podendo ou não terminar com vômitos.

Em casos mais intensos, a cinetose pode apresentar desequilíbrio corporal, desidratação, queda de pressão arterial e abatimento, tanto físico quanto psíquico.

Prevenção e tratamento da cinetose

A medicina já conseguiu identificar características pessoais que apresentam maior risco para o desenvolvimento da cinetose, como por exemplo, sabe-se que mulheres são mais sensíveis do que os homens, principalmente quando estão grávidas. Também crianças menores de 2 anos costumam apresentar sintomas do problema, assim como quem sofre de labirintite.

O tratamento da cinetose é feito pelo otorrinolaringolista, especialista médico que pode fazer o diagnóstico da doença, analisando se existe comprometimento do sistema vestibular periférico do labirinto ou do nervo vestibular, ou do sistema nervoso central, nos núcleos, vias e inter-relações vestibulares.

Exercícios de terapia de reabilitação vestibular podem fazer parte do tratamento, além de uma medicação específica para redução dos sintomas.

No caso de terapia de reabilitação, o responsável é o fonoaudiólogo, que irá realizar a terapia mediante prescrição médica.

A cinetose pode ser evitada?

Caso a pessoa que tenha cinetose sofra do problema apenas por hipersensibilidade, as manifestações podem ser evitadas tomando um medicamento contra enjoo antes de viajar, ou através de exercícios que estimulem o sistema nervoso central, que possibilitem a adaptação ao movimento.

No caso de pessoas que tenham qualquer labirintopatia, é necessário realizar exames médicos, submetendo-se a um tratamento específico, caso se confirme qualquer doença.

Para quem pretende viajar e receia apresentar os sintomas da cinetose, é importante evitar comidas pesadas antes da viagem, ou a ingestão de bebidas alcoólicas. Também é recomendável evitar cheiros mais fortes, enjoativos, como fumaça ou perfumes. Se a viagem será feita de barco, a recomendação médica é de permanecer no meio do barco para não sentir tanto os movimentos, evitando mal estar e, em viagens de carro, sentar-se no banco da frente, ao lado do motorista, com a janela aberta e respirando ar fresco.

Como evitar a Cinetose
Fixe a visão no horizonte
Não leia ou mexa no celular
Sente no banco da frente ou, se possível, dirija
Coma pouco ou não coma antes da locomoção
Não consuma bebida alcoólica
Fique calmo
Não observe ou converse com alguém que esteja tendo cinetose
Use os medicamentos prescritos pelo médico uma hora antes das viagens curtas

Quais são os tratamentos para a cinetose?

Veja, a seguir, alguns dos medicamentos usados no tratamento da cinetose:

Avomine

Avomine é um medicamento que alivia os sintomas do enjoo de viagens ou de movimentos, evitando os sintomas da cinetose. O medicamento deve ser tomado algumas horas antes da viagem para que possa fazer efeito e evitando que as mensagens de movimento sejam enviadas ao cérebro, através do princípio ativo promatezina, um bloqueador que atua como antieméticos e anti-histamínico.

Avomine

Scopoderm

O Scopoderm está disponível em forma de adesivos em vez de comprimidos, sendo um medicamento eficaz contra enjoos de viagem. O adesivo é aplicado na pele, liberando uma substância denominada hioscina, que atua como antieméticos, impedindo os sintomas da cinetose. A hioscina, ou escopolamina, é um princípio ativo pertencente à classe dos anticolinérgicos, sendo usado para prevenção e tratamento da cinetose, evitando o enjoo de movimento, sendo mais indicado para viagens longas, principalmente em navios e aviões.

Scopoderm

Kwells

O Kwells é disponibilizado em forma de comprimido solúvel, o que permite sua rápida liberação na corrente sanguínea, reduzindo os efeitos provocados pelo movimento e mantendo o equilíbrio no labirinto, reduzindo as sensações de náusea e de enjoo de viagens. O princípio ativo do Kwells é o bromidrato de hioscina, que bloqueia o envio de informações contraditórias ao sistema nervoso central, evitando os sintomas provocados pela cinetose.

Kwells

Lembre-se: todo medicamento só pode ser consumido por indicação médica. O uso da automedicação pode provocar efeitos colaterais indesejados. Se você tem problemas de enjoo de viagem, procure um médico para diagnosticar o caso e recomendar o melhor tratamento.

O que devo fazer se experienciar Cinetose de forma persistente?

Ao considerar o tratamento para o enjôo de movimento, o médico e o paciente deve entender que a prevenção é muito mais eficaz do que tentar "curar" os sintomas depois de terem começado. Todos os tratamentos farmacológicos e não farmacológicas são mais eficazes quando aplicados antes do acontecimento dos estímulos de movimento e certamente devem funcionar melhor se forem utilizados antes do aparecimento dos sintomas mais significativos.

Na escolha de uma terapia farmacológica, a idade do paciente, co-morbidades e medicamentos actuais devem ser considerados, assim como a duração da viagem na qual o paciente pode ser susceptível a doença de movimento.

Consulta online grátis
Fonte: