Impotência (Disfunção Erétil) e Tabaco

Alterações ao estilo de vida como fumar, beber álcool ou consumir drogas têm sido relacionadas com a impotência. Vários estudos demonstram que o tabaco tem uma influência particularmente negativa, uma vez que os homens que fumam têm uma probabilidade 60% mais elevada de experienciar impotência. Por este motivo, o tabaco é considerado uma das principais causas de impotência relacionada com o estilo de vida.

Não só o tabaco é uma causa primária de impotência, como pode amplificar os efeitos de outras causas desta condição, com por exemplo da diabetes, da tensão arterial alta, da depressão e da toma de certos medicamentos. Os médicos geralmente recomendam como primeira linha de tratamento, a alteração ao estilo de vida, como por exemplo deixar de fumar, quando os homens experienciam as primeiras dificuldades de ereção.

Fácil e conveniente:

Sem burocracia ou espera

Tudo incluído no Preço

Avaliação, Receita médica e entrega Grátis

Privado e Convidencial

Entrega e Pagamentos discreto

Medicamentos Originais:

Prescritos por médicos registados no Reino Unido

Obtenha tratamento em apenas 3 simples passos
Complete o seu formulário médico
Escolha o seu Tratamento
Entrega Expresso grátis
Tratamento Disponível Disfunção Erétil
4.8/5 - 237 Classificações

Sildenafil

  • Efeitos com início em 30 minutos e duração até 4 horas
  • Disponível nas doses de 25mg, 50mg e 100 mg
  • Entrega no dia seguinte, sem custos adicionais
  • Entrega numa embalagem discreta
Caixa de Viagra 100mg
4.7/5 - 155 Classificações

Viagra

  • Eficácia a partir dos 30 minutos e até 4 horas
  • Disponível nas doses de 25mg, 50mg e 100mg
  • Entrega grátis no dia seguinte
  • Embalagem e entrega discretas
4.7/5 - 160 Classificações

Cialis

  • Faz efeito em 30 minutos e dura até 36 horas
  • Está disponível nas doses de 10mg e 20mg
  • A entrega é gratuita e realizada no dia seguinte
  • O serviço de entrega é discreto
Ver mais tratamentos

Como é que o tabaco causa impotência (disfunção erétil)?

Relação do número de cigarros com a impotência

O tabaco causa impotência porque limita o aporte de sangue para o pénis durante a estimulação sexual. Isto acontece porque as substâncias presentes no cigarro afetam os vasos sanguíneos, impedindo que sangue suficiente chegue ao pénis, algo vital para conseguir e manter uma ereção.

Em particular a nicotina presente nos cigarros pode contribuir para o espasmo dos vasos sanguíneos e dos tecidos do pénis, levando à diminuição do seu calibre por estimular receptores no cérebro. Para além deste efeito, a nicotina influencia a circulação do sangue nos tecidos penianos, afetando a forma como a pressão arterial é capaz de atingir um nível em que a ereção é suficiente para o sexo, sem o risco de uma queda abrupta da mesma.

Fumar é também um factor de risco para a aterosclerose, que contribui para a doença cardiovascular. Aterosclerose é o termo médico usado para caracterizar o endurecimento das artérias por deposição de placa e de depósitos de gordura nas paredes destas, dificultando a circulação de sangue pelo corpo.

Tratar a impotência (disfunção erétil) relacionada com o tabaco

Vários estudos concluíram que os homens que conseguiram deixar de fumar com sucesso, foram capazes de obter ereções mais firmes e um nível de excitação superior à dos homens que não deixaram de fumar. Se para muitos homens o medo de vir a sofrer de cancro ou de doenças cardiovasculares no futuro, não é suficiente para que estes deixem de fumar, a promessa de uma melhoria na qualidade das suas ereções e consequentemente uma melhor vida sexual pode ser incentivo suficiente, uma vez que os efeitos podem ser observados a curto prazo.

A severidade da impotência está também relacionada com a quantidade de cigarros fumada por dia. Isto revela que, mesmo que as tentativas para deixar de fumar não sejam bem sucedidas, uma redução do número de cigarros diários pode traduzir-se numa melhoria dos sintomas da impotência (disfunção erétil).

Aterosclerose como Resultado do Tabaco

Artérias com aterosclerose

No entanto, no caso de a aterosclerose já estar instalada há muito tempo, esta pode ser difícil de reverter. Neste caso, para além da recomendação sobre deixar de fumar, podem estar aconselhados medicamentos de prescrição como os inibidores da PDE-5. Medicamentos deste tipo incluem o Viagra, o Sildenafil (o genérico do Viagra), o Cialis, o Levitra e e Spedra, cujos efeitos a nível da circulação sanguínea permitem ao homem a obtenção e manutenção de uma ereção com firmeza suficiente para penetração.