Viagra

Compre Viagra online com a prescrição do nosso médico

  • Eficácia a partir dos 30 minutos e até 4 horas
  • Disponível nas doses de 25mg, 50mg e 100mg
  • Entrega grátis no dia seguinte
  • Embalagem e entrega discretas

Viagra já ajudou mais de 20 milhões de homens ao redor do mundo a ter uma vida sexual mais satisfatória. O seu princípio activo, o sildenafil, ajuda a estimular a circulação sanguínea no seu pénis, tornando mais fácil para si conseguir ou manter uma erecção quando está excitado.

Viagra é um medicamento de prescrição e não é possível comprá-lo sem receita médica. Na HealthExpress você pode comprar o medicamento Viagra online porque nós emitimos uma receita com base em uma consulta realizada online. Para isso, você deve preencher o nosso questionário médico que será revisto por um de nossos médicos. Então, você poderá encomendar o Viagra diretamente na sua área de paciente.

4.6 147 classificações de pacientes
Comece a sua Consulta Grátis
Encomende nas próximas 1h e 44min para receber na Segunda-feira, 27 novembro
Fácil e conveniente:

Sem burocracia ou espera

Tudo incluído no Preço

Avaliação, Receita médica e entrega Grátis

Privado e Convidencial

Entrega e Pagamentos discreto

Medicamentos Originais:

Prescritos por médicos registados no Reino Unido

O que é o Viagra?

Viagra é um medicamento de prescrição para o tratamento de impotência sexual, estabelecido no mercado em 1998. O Viagra foi o primeiro medicamento da classe de inibidores PDE-5 apresentado pelo seu fabricante, Pfizer. Por mais de 15 anos, Viagra ajuda milhões de homens com disfunção erétil (DE) a conseguir e manter uma ereção quando estimulados sexualmente.

Viagra é um medicamento de prescrição, portanto apenas pode ser consumido após orientação médica. Se o paciente não sofre de disfunção eréctil, o uso do medicamento não é recomendado.

O consumo de Viagra não leva a uma ereção sem estimulação sexual física ou psicológica. Para entender o funcionamento do Viagra é necessário ter uma noção dos mecanismos subjacentes à obtenção de uma ereção.

Quando está excitado, o fluxo sanguíneo do pênis aumenta 20 vezes. Para que este fluxo sanguíneo chegue ao pênis, uma molécula chamada GMP terá que ser libertada. Esta molécula faz com que os vasos do pênis relaxem, o sangue entre mais facilmente e o ereção aconteça.

Os problemas de ereção acontecem quando o processo de circulação do sangue não funciona corretamente. É neste processo que comprimidos como o Viagra podem ajudar.

O princípio ativo do Viagra, o Sildenafil, ajuda a estimular a circulação sanguínea no pênis, facilitando o processo de conseguir e/ou manter uma ereção quando está excitado. Desde 2006, o Sildenafil também foi aprovado para o tratamento de pacientes com hipertensão arterial pulmonar.

Os efeitos do comprimido duram cerca de 4 a 5 horas, porém não significa que o paciente terá uma ereção constante durante este período de tempo; o medicamento só terá efeito quando estiver sexualmente excitado dentro deste período de tempo.

A princípio, o medicamento foi desenvolvido para o tratamento de doenças hereditárias. A influência positiva na ereção masculina foi descoberta acidentalmente durante uma fase de testes.

Para que o Viagra é útil?

Originalmente, o sildenafil foi desenvolvido como medicamento para tratamento de angina. Durante os estudos e testes, no entanto verificou-se que a substância provocava ereção como efeito colateral totalmente inesperado, o que tornou o Viagra o pioneiro entre os medicamentos para tratamento da impotência masculina.

O Viagra é útil para homens que não conseguem manter a ereção durante o tempo necessário para conseguir a ejaculação. Seus efeitos começam a se manifestar em apenas 30 minutos, podendo durar até 4 horas.

Qual é o ingrediente ativo do Viagra?

O ingrediente ativo do Viagra é o Sildenafil. O ingrediente Sildenafil inibe a enzima fosfodiesterase-5 (PDE-5) que é responsável pela redução de uma ereção. Sildenafil tem a seguinte fórmula química:

Fórmula Química do Sildenafil

Portanto, ao inibir a enzima, o Sildenafil alarga e relaxa as artérias no pênis, consequentemente permitindo a entrada de mais sangue, para que a ereção possa acontecer. Essa ação ajuda homens com dificuldade de ter uma ereção, assim como homens com dificuldade de manter uma ereção.

Como funciona o Viagra?

Para entender o funcionamento do Viagra é necessário ter uma noção dos mecanismos subjacentes à obtenção de uma ereção. Quando está excitado, o fluxo sanguíneo do seu pénis aumenta 20 vezes. Para que este fluxo sanguíneo entre no seu pénis, uma molécula chamada cGMP terá que ser libertada. Esta molécula faz com que os vasos do seu pénis relaxem, o sangue entre mais facilmente e o seu pénis fique ereto.

O organismo humano, de forma totalmente natural, produz a substância denominada GMP cíclico, que é responsável pelo aumento do calibre dos vasos sanguíneos no pênis. Quando o homem é excitado sexualmente, os vasos sanguíneos se dilatam, permitindo mais sangue no pênis e levando à ereção.

O GMP cíclico tem sua ação reduzida ou eliminada através de uma enzima chamada fosfodiesterase tipo 5, o PDE-5, que restringe a circulação sanguínea e mantém o pênis flácido, mesmo quando o homem se encontra excitado sexualmente.

Os problemas de ereção acontecem quando o processo de circulação do sangue não funciona corretamente. É neste processo que comprimidos como o Viagra o podem ajudar. O sildenafil, o princípio ativo do Viagra, alarga e relaxa as artérias no pénis, deixando consequentemente, mais sangue entrar, para que possa ter uma ereção.

A ação do Viagra acontece sobre o PDE-5, mantendo os vasos sanguíneos dilatados durante muito mais tempo, aumentando a circulação sanguínea no interior do pênis e possibilitando ao homem conseguir a ereção necessária para um relacionamento sexual completo.

Quanto tempo o Viagra leva para começar a ter efeito?

Para a maior parte dos homens o Viagra começa a demonstrar efeitos em 30 a 60 minutos. Para a obtenção de resultados mais rápidos é recomendada a não ingestão de refeições pesadas antes da toma. Os alimentos ricos em gordura podem abrandar a capacidade de absorção do medicamento pelo corpo.

Quanto tempo dura o efeito?

Na maior parte dos casos os efeitos do Viagra duram aproximadamente 4 horas, o que não significa que terá uma ereção constante durante este período de tempo. O Viagra só terá efeito quando estiver sexualmente excitado dentro deste período de tempo. Depois de atingir o clímax irá perder a sua ereção como acontece normalmente; de qualquer forma, poderá conseguir uma ereção novamente se se sentir excitado, durante este período de 4 horas. Lembre-se, porém, que os efeitos do Viagra variam de pessoa para pessoa.

"eficaz em 30-60 minutos para a maioria dos utilizadores"
Relógio início de ação
"duração até 4 horas"
Relógio duração

Estudos Clínicos sobre o Viagra

Ao ser desenvolvido, o sildenafil não apresentou os resultados esperados sobre problemas de angina, para os quais estava sendo estudado. No entanto, os pesquisadores perceberam que a substância poderia atender problemas de impotência, já que os voluntários testados apresentaram ereção.

A partir daí, o laboratório Pfizer passou a fazer estudos e testes clínicos com pacientes que apresentavam problemas de disfunção erétil, histórico de cirurgia de próstata e de causas não identificadas de ereção.

O Viagra foi investigado durante quatro estudos principais; 1690 homens entre 19 e 87 anos de idade participaram destes estudos. Os participantes consumiram o medicamento e foram analisados durante um período de 12 a 26 semanas, e os resultados foram analisados em comparação com o um placebo (tratamento simulado). Outros estudos envolveram 2667 participantes homens entre 23 e 89 anos de idade.

Dois deste estudos foram analisados usando dosagens fixas (os pacientes consumiram 25 comprimidos, de 50 ou 100mg) , e os outros dois estudos usaram dosagens flexíveis (pacientes começaram o estudo consumindo comprimidos de 25mg, e de acordo com a tolerância/resultado, a dose aumentou para comprimidos de 50mg ou 100mg).

Resultado

O Viagra foi significativamente mais eficaz em comparação com placebos em todos os estudos. Nos estudos de dosagens fixas, os pacientes relataram as seguintes taxas de sucesso do Viagra para melhorar a ereção (veja Agência Europeia de Medicamentos 2016):

  • 62% taxa de sucesso com doses de 25mg
  • 74% taxa de sucesso com doses de 50mg
  • 82% taxa de sucesso com doses de 100mg

Em comparação, a taxa de sucesso no placebo foi de apenas 25%. Os resultados apresentados foram independentes da idade do paciente, do índice de massa corporal do paciente, e da gravidade da disfunção eréctil.

A eficácia do Viagra ao longo prazo foi analisado em mais 3 estudos. Dos pacientes que continuaram com o tratamento com Sildenafil (1-3 anos), 95% relataram estar satisfeitos com os resultados do tratamento.

Efeito em pacientes com diabetes, e ejaculação precoce

Um estudo analisando a eficácia e segurança do tratamento com Viagra foi conduzido com 974 participantes. O estudo analisou pacientes diabéticos e pacientes com riscos cardiovasculares, como hipertensão e dislipidemia, e fumantes.

O resultado dos dados obtidos mostram que o Sildenafil foi bem tolerado em pacientes diabéticos e com problemas de ereção concomitantes. A função eréctil também foi melhorada em pacientes independente de fatores de riscos cardiovasculares.

O Viagra mostrou um resultado positivo para pacientes no controle da ejaculação prematura, também melhorando a satisfação sexual do paciente de modo geral. Além disso, o período refratário (o tempo necessário para alcançar uma nova ereção após o orgasmo) foi reduzida. No entanto, o tempo para alcançar a ejaculação não foi significativamente aumentada pelo Viagra.

Administração do Viagra

Como o Viagra deve ser tomado?

O Viagra é um comprimido de cor azul que deve ser tomado por via oral, podendo ser tomado com ou sem alimentos, embora seus efeitos possam ser reduzidos quando ingerido com alimentos com muita gordura, em refeições mais pesadas.

A ação do Viagra permanece no organismo por um período entre 4 a 5 horas, embora o homem não tenha ereção durante todo o tempo, e sim apenas quando for excitado sexualmente, situação em que conseguirá ter facilmente a ereção para uma relação sexual satisfatória.

Os efeitos do Viagra começam em 30 minutos depois de sua ingestão, levando no máximo uma hora para estar plenamente ativo no organismo, o que faz com que o homem o tome com antecedência antes de uma relação sexual.

O uso do Viagra deve seguir a recomendação médica, para atingir melhores resultados e evitar os possíveis efeitos secundários. Portanto, é importante tomar apenas um comprimido por dia e, se não tiver certeza da dose que deve ser tomada, é necessário consultar um médico, que poderá avaliar com mais precisão a dose mais segura para cada caso.

O Viagra pode ser perigoso quando ingerido em conjunto com determinados medicamentos ou se usado por homens que pertençam a alguns grupos de risco, exigindo atenção por parte dos usuários. 

Armazenamento e disposição do Viagra?

Como todo medicamento, seja ou não de prescrição, o Viagra deve ser mantido em sua embalagem original, em local fresco, seco e livre de qualquer tipo de umidade, evitando a luz solar direta e, principalmente, sendo mantido longe de crianças, já que se trata de um remédio não indicado para menores de 18 anos.

Quais as diferenças entre as doses de 25mg, 50mg e 100mg?

O Viagra está disponível na HealthExpress em 3 doses distintas – 25mg, 50mg e 100mg. Estudos clínicos demonstram que mais de 60% dos homens que tomaram a dose de 25mg sentiram uma melhor ereção e que mais de 70% dos homens que tomaram a dose de 50mg responderam positivamente, enquanto 85% dos homens que tomaram a dose de 100mg afirmaram que o Viagra os ajudou a conseguir e a manter uma ereção melhor.

Estudos clínicos demonstraram a eficácia do Viagra (Sildenafil) com respeito à dosagem usada na fórmula (Fonte: Pfizer.com):

  • Viagra 25mg: 72% dos utilizadores alcançaram uma erecção suficiente para o intercurso sexual
  • Viagra 50mg: 80% dos homens alcançaram uma ereção mais forte e duradoura
  • Viagra 100mg: 85% dos homens alcançaram uma ereção mais forte e duradoura

Dose de 25mg – Esta é a dose mais baixa de Viagra e é normalmente recomendada a homens com mais de 65 anos, que têm algum problema de saúde ou que tomam medicamentos conhecidos como bloqueadores alfa. A dose de 25mg também está recomendada se sentir alguns dos efeitos secundários mencionados com as doses mais elevadas.

Dose de 50mg – O nosso médico irá, provavelmente, começar o seu tratamento com esta dose.

Dose de 100mg - Esta é a dose máxima de Viagra e apenas é prescrita a homens completamente saudáveis.

Em qualquer caso, a dose recomendada por dia é de apenas 1 comprimido. Se não tem a certeza da dose que pretende adquirir, os nossos médicos irão recomendar-lhe a dose mais adequada para o seu tratamento.

Preço do Viagra comparado com Sildenafil genérico

O ingrediente ativo do Viagra, Sildenafil, foi apresentado em 1998 pela empresa farmacêutica americana Pfizer. Pela primeira vez, foi introduzido um medicamento perfeitamente seguro para o tratamento de disfunção erétil, patente do Pfizer.

Preço do Viagra (por comprimido) em € no Health Express
Comprimidos/ Dosagem Viagra 25mg Viagra 50mg Viagra 100mg
4 comprimidos 28 € 29 € 30 €
8 comprimidos 24 € 25 € 26 €
12 comprimidos 19 € 21 € 23 €
16 comprimidos 19 € 21 € 21 €
32 comprimidos 17 € 18 € 19 €

A empresa tinha um monopólio com direitos e preços exclusivos. O lado positivo de tais direitos de patente é que o medicamento, é livremente acessível com todos os detalhes. Por outro lado, há imitações comercializadas por outras empresas, conhecidas como Sildenafil genérico.

Esta proteção de patente existiu até 2013. Deste ponto em diante, outras empresas farmacêuticas ganharam o direito de usar e distribuir o ingrediente Sildenafil nas suas próprias marcas. Os consumidores se beneficiam de preços mais baixos como resultado da competição agora incipiente entre empresas.

Como se compara o Viagra a outros tratamentos para a impotência?

Todos os tratamentos para a disfunção erétil (Viagra, Cialis, Spedra e Levitra) funcionam ao aumentar o fluxo de sangue no pénis, para que o homem possa conseguir uma ereção quando se sente excitado. De qualquer forma, há pequenas diferenças entre estes tratamentos.

O Viagra e o Levitra demoram 30 minutos a fazer efeito, mas o Levitra dura aproximadamente 5 horas em comparação com o Viagra, que dura 4 horas. O Levitra é geralmente uma opção viável para homens com problemas de saúde tal como o diabetes ou o colesterol elevado.

O Cialis e o Spedra são mais rápidos do que os outros tratamentos (demoram aproximadamente 15 minutos a fazer efeito). No caso do Cialis a duração de efeitos é de 36 horas e do Spedra é de 6 horas.

Caracterísitcas do Viagra Deve tomar um comprimido pelo menos 30-60 minutos antes da relação, de preferência com o estômago vazio O comprimido apenas funcionará se estiver sexualmente excitado Os comprimidos de Viagra apenas devem ser tomados consoante a necessidade. Se precisar de uma eficácia diária, então pode estar recomendado o Cialis Diário, disponível numa dose mais baixa. Os comprimidos de Viagra devem ser armazenados à temperatura ambiente Não se aconselha a toma de mais de um comprimido por período de 24 horas

O Viagra apresenta algum efeito secundário?

A maior parte dos medicamentos de prescrição médica podem causar alguns efeitos secundários, sendo por isso essencial que leia atentamente o folheto informativo (bula do Viagra) antes de consumir este medicamento.

A maior parte dos efeitos secundários causados pelo Viagra são ligeiros e raramente duram mais do que uma ou duas horas. Efeitos secundários como dores de cabeça, indigestão e afrontamentos foram constatados em apenas 10% dos homens que utilizaram o Viagra.

Entre os efeitos colaterais mais comuns podem surgir boca seca e fadiga, que podem atacar um entre cada 100 usuários de Viagra. Da mesma forma como nos efeitos colaterais comuns, o médico deve ser consultado quando esses sintomas continuarem depois de alguns dias de uso do Viagra.

Alguns efeitos colaterais são mais raros, como alteração da pressão arterial, tonturas e desmaio, embora possam atingir apenas 1 entre cada mil usuários do Viagra. Esses efeitos são mais graves, exigindo assistência médica no caso de sua ocorrência.

Um dos efeitos mais raros decorrentes do uso do Viagra é o priapismo, que se trata de uma ereção por longo período de tempo, podendo durar por mais de quatro horas. O priapismo pode provocar danos nos tecidos do pênis, provocando problemas em longo prazo e, portanto, caso ocorra com o uso do Viagra, o médico deve ser consultado imediatamente.

Outros efeitos secundários como náuseas, erupções cutâneas e dores no peito foram sentidos por poucos homens quando utilizaram o Viagra. Normalmente, recomenda-se que a dose seja ajustada se estes sintomas forem verificados.

Possíveis efeitos colaterias do Viagra:

Efeitos frequentes (1 em 10 pacientes)
Dor de cabeça Afrontamentos
Diarreia e indigestão Dor no corpo
Efeitos incomuns
Tontura Deficiência visual (por exemplo, visão turva, sensibilidade à luz, e sensação anormal no olho)
Sangramento no fundo do olho Dor nos olhos
Insônia Corrimento nasal, congestão nasal
Gripe, bronquite, tosse Anemia
Epistaxe Hemorróidas
Enxaqueca Ansiedade
Tremores Aumento em peso
Distensão abdominal, azia Inflamação do estômago ou do intestino
Dores musculares Perda de cabelo em homens
Retenção de água Febre
Efeitos raros (menos de 1 em 100 porem mais de 1 em 1000 pacientes)
Hipersensibilidade Vômito
Pressão arterial alta ou baixa Infarto do miocárdio, morte súbita cardíaca
Arritimia Angina pectoris
Hemorragias nasais Impotência
Sangramentos dos vasos cerebrais, distúrbios circulatórios cerebrais (temporárias) Ereção prolongada e/ou dolorosa

Quais são as interações medicamentosas e contraindicações do Viagra?

Existem vários medicamentos que aumentam os efeitos do Sildenafil, e causam a degradação atrasada do medicamento no copo. Se o cliente consumir o Viagra com outros medicamentos com ingredientes como eritromicina, claritromicina, telitromicina, saquinavir, ou nefazodona, e a cimetidina antiácido, a dose do Sildenafil deve ser reduzido.

O Viagra não deve ser consumido simultaneamente com cetoconazol, itraconazol, e ritonavir.

A mistura do Sildenafil (Viagra) com nitro vasodilatadores, alfa-bloqueadores (medicamentos anti-hipertensivos) ou Nicorandil (um medicamento do grupo dos antianginosos) não é sugerida. Os ingredientes ativos em conjunto podem causar distúrbios hemorrágicos, forte queda da pressão arterial, e frequência cardíaca acelerada.

O uso simultâneo de medicamentos como a carbamazepina, fenitoína, fenobarbital, rifampicina e o remédio St John's wort levam a excreção acelerada do Sildenafil, logo o efeito é reduzido.

Outras interações medicamentosas do Viagra incluem:

Toranja e suco de toranja
  • Interação medicamentosa da toranja com o Viagra
  • Toranja aumenta a concentração de Sildenafil no corpo, possivelmente causando pressão baixa.
Álcool
  • Interação medicamentosa do álcool com o Viagra
  • O consumo de álcool pode causar efeitos colaterais como tontura e rubor.
Medicamentos para pressão alta
  • Interação medicamentosa de medicamentos para pressão alta com o Viagra
  • O consumo simultâneo de medicamentos para pressão alta, como lisinopril e amlodipina, podem causar uma recaída perigosa na pressão arterial.
Nitratos
  • Interação medicamentosa de nitratos com o Viagra
  • Nitratos aumentam as propriedades vasodilatadoras do Viagra, consequentemente ajudando a diminuir a pressão alta.

Contraindicações

Não se deve consumir o Viagra se:

  • o paciente sofre hipersensibilidade de qualquer ingrediente da medicação
  • o paciente sofre de algum problema grave de coração ou fígado
  • o paciente sofreu um derrame ou ataque cardíaco, ou sofre de pressão baixa
  • o paciente sofre de doenças genéticas oculares raras (tais como retinite pigmentosa)
  • o paciente sofre ou sofreu uma perda de visão devido a neuropatia óptica isquêmica anterior (NOIA).

Nas seguintes circunstâncias, um cuidado especial e, se necessário, uma consulta médica será necessária para consumir o Viagra:

  • pacientes com anemia falciforme, leucemia, mieloma múltiplo, uma deformação, ou outra doença do pênis
  • pacientes com doença cardíaca
  • pacientes com úlcera de estômago
  • pacientes com distúrbios hemorrágicos

Portanto, o Viagra nunca deve ser consumido com outros medicamentos para o tratamento da disfunção eréctil. Pacientes com intolerância a lactose devem usar o produto somente após consulta médica.

Como o suco de toranja previne a degradação do Sildenafil no corpo, e o efeito hipertensivo o reforça, esses não devem ser consumidos simultaneamente. Se o paciente previamente sofreu disfunção de rim ou do fígado, uma dose menor é recomendada.

Quando o Viagra não deve ser tomado?

A maior parte dos homens acima dos 18 anos que tenham problemas recorrentes de impotência e disfunção erétil pode fazer uso do Viagra para melhorar sua vida sexual. Em algumas situações, no entanto, o Viagra não pode ser usado.

O Viagra não pode ser indicado para homens que tenham problemas cardíacos graves ou falência cardíaca, que tenham sofrido ataque cardíaco ou AVC nos últimos 6 meses, que apresentam pressão arterial baixa ou função hepática reduzida.

Comprar o medicamento Viagra online na HealthExpress

Por que comprar o medicamento de prescrição Viagra na HealthExpress?

Na HealthExpress é possível encomendar o Viagra online, porque ao fazer uma consulta online com o paciente, os nossos médicos podem avaliar o seu estado de saúde atual e emitir uma receita que lhe permite comprar o medicamento no nosso site. Nós recomendamos que você tenha cuidado com farmácias online que não procedem de acordo com este princípio. A HealthExpress é uma clínica online que conta com médicos qualificados e é por isso que podemos oferecer este serviço médico e vender medicamentos na Internet.

o medicamento Viagra

Como posso encomendar o Viagra na HealthExpress?

Você pode comprar o medicamento Viagra depois de ter concluído o nosso questionário online. Um dos nossos médicos vai avaliar as suas respostas e enviar uma confirmação sobre a prescrição por e-mail. Ao receber a confirmação você pode encomendar o Viagra na sua área de paciente na HealthExpress. O medicamento é enviado da nossa farmácia com sede em Londres e é enviado em embalagem discreta. Dependendo do método de pagamento, o medicamento pode ser entregue no próximo dia útil após a compra.

Posso comprar Viagra sem receita médica?

Não, o Viagra é um medicamento de prescrição e, portanto, você não pode comprá-lo sem receita médica em Portugal. Farmácias online que oferecem o medicamento Viagra sem receita médica na Internet devem ser evitadas, como a maioria dos medicamentos vendidos não são originais.

É seguro encomendar o Viagra online na HealthExpress?

Sim, todos os nossos medicamentos são licenciados pela Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do governo (MHRA). Nossa equipa de médicos em Londres é registada no NHS, e só emitem prescrições aos pacientes que podem utilizar o Viagra. Além disso, somos uma organização regulamentada pela Comissão de qualidade de cuidados à saúde, e todos os nossos medicamentos passaram por testes rigorosos antes de serem clinicamente aprovados para consumo do paciente.

Fontes:

Classifique o serviço da healthexpress no

Review
Avaliação de Serviço
Rating
Excelente
5 4.8
3,987 pacientes já classificaram o nosso serviço
Avaliação de Produtos
Caixa de Viagra 100mg
Excelente
4.6
147 já classificaram o nosso serviço Viagra

Atendimento ao Paciente amigável e sempre disponível

Contacte-nos: Seg-Sexta 08:00h às 17:00h

Tudo incluído no preço - Sem taxas adicionais

Preço incluí a receita médica e entrega expresso

Entrega em 24H úteis

Garantida para encomendas antes das 16:30h

Todos os Comentários de para Viagra